Notícias

Documentário “Cultura & Educação: uma nova pedagogia para a sociedade futura” é lançado em novembro

  • 10 Novembro 2015

O média-metragem que chega, neste mês, ao circuito nacional de cinema é uma produção da Associação Brasileira de Ontopsicologia e tem o apoio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.

Com 51 minutos de duração, o documentário propõe princípios norteadores para o trabalho dos educadores do século XXI e baseia-se na teoria e prática da pedagogia ontopsicológica, a qual é aplicada no Brasil em diferentes projetos educacionais e sociais voltados a crianças e jovens. Seu lançamento é acompanhado de uma cartilha traduzida para diferentes idiomas. A ideia é distribuir gratuitamente o filme e a publicação, principalmente, para escolas, projetos sociais, bibliotecas, universidades, órgãos públicos e privados voltados à educação.

O filme traz entrevistas com educadores, intelectuais, empresários, gestores de diferentes ONGs e projetos sociais, além de jovens que fazem parte dessas iniciativas. Entre os temas abordados estão um histórico do pensamento acerca da Educação ao longo dos séculos; princípios sugeridos para a refundação da Pedagogia; a biografia como educador do Acad. Prof. Antonio Meneghetti (1936-2013) e a pedagogia ontopsicológica por ele proposta e hoje amplamente utilizada no país e no exterior. Entre os pontos por essa proposta estão, por exemplo, um repensar sobre o ambiente de origem e crescimento dos jovens, atenção à socialidade e ao contato naturístico, incentivo à busca pela autonomia e a uma educação para a moral ôntica.  

Diversos trechos de falas e palestras do Acad. Prof. Antonio Meneghetti foram utilizadas no filme, entre eles as duas célebres falas do pensador na UNESCO em 2006 e 2007. É dele, a exemplo, a provocação que norteia todo o roteiro do documentário: “Existe um ponto fundamental que interessa a todos: a nossa juventude para onde está caminhando hoje? Qual potencial possui? E o que estamos fazendo para os nossos melhores jovens?”. A produção traz exemplos de práticas para a formação do jovem, de projetos voltados à arte e cultura como ferramentas educadoras.

Entre os princípios propostos pelos entrevistados para nortear a educação e a cultura do novo milênio estão: o princípio do “ser, saber e fazer”; a atuação do jovem com responsabilidade; a busca pela autoconstrução e pela identidade; a formação de um homem líder. São elementos que, segundo o Acad. Prof. Antonio Meneghetti, já são buscados naturalmente pelas crianças e jovens no seu crescimento: “A característica de toda criança é esta: capacidade, autonomia de pessoa e amor, vontade de ajudar, de dar, de ser, isto é, de ser alguém de modo superior, para ajudar, por amor, por necessidade de vida. Capacidade em si mesmo e vontade de dar, de saber dar. Nenhuma criança quer ser pequena, todos querem mais, como a vida é mais”, diz em passagem mostrada no filme.

Nas palavras do Prof. Dr. Alécio Vidor, filósofo brasileiro e um dos entrevistados da produção nacional, a força interior do jovem precisa ser respeitada em seu desenvolvimento. “Como a flor se manifesta? Ela desabrocha a partir de uma força interna. Como a fruta começa a se formar? Desabrocha por uma força interna que é comunicada pela árvore. Então, este é o modo que existe em toda a natureza e é a maneira que precisa ser respeitada e seguida pra poder educar, conduzindo a criança a compreender sempre melhor a própria identidade”, diz.

Seguindo a proposta de atuar com jovens, o documentário foi todo realizado em um núcleo de produção localizado no interior do Rio Grade do Sul, na chamada região da Quarta Colônia de Imigração desse estado, com a contribuição de jovens estudantes da Antonio Meneghetti Faculdade e colaboradores da Associação Brasileira de Ontopsicologia. Por meio dessa produção foi possível, portanto, fomentar a produção audiovisual e o desenvolvimento de profissionais para esse campo fora dos grandes centros culturais do país.

Após o lançamento no dia 13 de novembro no Centro Internacional de Arte e Cultura Humanista Recanto Maestro (São João do Polêsine-RS), o filme está sendo distribuído gratuitamente. Mais informações, pelo e-mail abo@ontopsicolgoia.org.br